Para o PT o povo é objeto, não sujeito da história

E o PT era um partido de que se dizia de esquerda

Primoroso o artigo “De sujeitos e objetos” de Eugênio Bucci no Estadão de hoje. Analisando a retórica oficial, Dilma e PT, trata os eleitores mais carentes não como os protagonistas de sua própria existência, mas apenas como beneficiários da caridade alheia, isto é, da caridade deles, praticada com o dinheiro estatal, vale dizer, de todos nós.  Ela diz: “tiramos milhões de pessoas da miséria”, “levamos milhões à classe média”.  Os carentes são assim apenas peças no tabuleiro da política.  Nessa retórica o povo é apenas um objeto.  O sujeito, autor de tudo, é o governo, dela, Dilma, é claro, a benfeitora.  Para ler o artigo, clique aqui.

E ainda chamam o PT de esquerda.  É de chorar.

Pesquisas

Marina bateu no teto.  Aécio bateu no piso.  Ela vai descer, ele vai subir.  Vão disputar, no 1º turno quem vai vencer a Dilma no 2º .

Claro isso é o que eu quero.  Mas também é o que penso, pelo bem do país.  Faltam ainda 30 dias, vamos ver.   De qualquer forma  preparem seus corações.

Estou aí para desnudá-las, no bom sentido.

Promessas e metas mirabolantes

A Dilma agora vai prometer tudo aquilo que já prometeu, para realizar nos próximos 4 anos.  Vai ser um show televisivo. A Marina já sinaliza com projetos de custos imensos, sem se importar com sua viabilidade econômica.   Será que o povo vai cair?  Com a herança maldita que qualquer presidente eleito vai receber?  Quantos milhões de brasileiros se lembrarão, ao ouvirem as promessas, da cara dos Haddads que pulularam por aí durante o último pleito municipal?

You may also like

2 comments

  • Armando Benetollo 4 setembro, 2014   Reply →

    Eu também estou esperançoso pela vitória do candidato Aécio Neves, mas estou muito preocupado com a inércia do PSDB e com a habitual omissão dos Parlamentares do Partido com referência a campanha. Onde eles estão? O que estão fazendo?
    O PT, Lula e Dilma estão mentindo descaradamente contra o Governo do PSDB e sobre o trabalhos pífio do atual (des)governo, continuação dos dois mandatos do Lula. Nunca, a oposição teve tantos argumentos para mostrar ao povo, na televisão, as obras inacabadas, os erros da política econômica, o inchaço da máquina administrativa e o que a Presidente Dilma diz frequentemente que ela realizou o que os dois anos de FHC fez.
    Há necessidade de mais empenho do PSDB e dos Parlamentares.

  • antonio carlos bernardo 5 setembro, 2014   Reply →

    É isso mesmo Alberto .A “titia” não consegue articular o pensamento com a fala.Para ela todos os números estão na casa de milhões Ela é a imagem do Maluf de saias.Afirma que 46 milhões de brasileiros passaram para a classe média em seu “desgoverno”.Já pendurei meu diploma de Professor de Sociologia

Leave a comment