O governo Dilma em sua fase terminal

 

O que esperar dessa gente?  Já vi tanta coisa, tantos e tantos anos, mas me espanto de ainda me espantar com o que aparece todo dia.  O que cometeram nesses 12 anos é tão amplo e profundo que quanto mais se cavoca, mais lixo se encontra.  Não deveria ficar tão surpreso.

Falo do PT.  Falo do Lula.  E sou obrigado a falar também da Dilma que, por ação ou omissão, também já perdeu a dignidade.

O Paulo Roberto Costa, ex diretor da Petrobrás, ora “in galera”, e autor da delação premiada sobre a propina distribuída pela empresa para políticos, é mais um dos bandidos.  Como o Nestor Cerveró, outro diretor da mesma também é.  Como são, nada mais, nada menos, o ministro chefe da Casa Civil, Aloisio Mercadante, diretor e produtor da tentativa da compra de um dossiê fajuto contra nós, em 2006, para melar a nossa eleição para o governo de SP, ação que foi desbaratada pela Polícia Federal. Como o Ricardo Berzoini, ministro de Relações Institucionais, que dá cobertura ao João Vaccari Neto, atual tesoureiro do PT, que foi presidente da Cooperativa dos Bancários de São Paulo e deu um golpe nas poupanças de milhares de bancários, e agora faz as operações do partido, segundo o denunciante Paulo Roberto.  Como o ministro chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, comandante das tropas lulistas, ex transportador das malas que saiam de Santo André, nos tempos do prefeito Celso Daniel, para abastecer o José Dirceu e o partido.

Confesso que não esperava grande coisa de um governo do PT.  Mas nunca pude imaginar isso que estou assistindo.  Acho que nem mesmo o mais petista dos petistas. À presidente Dilma e ao PT restam o apoio de milhões de pessoas carentes por todo o país que estão sendo aterrorizados quanto à possibilidade de perder o pouco que obtiveram nos últimos anos.  E sobram os que se locupletam do poder e ainda aqueles que, honestamente, ainda não creem no que veem.

São quatro meses até o final do governo.   Vão ser penosos.  E o ano futuro, 2015, não será um mar de rosas para ninguém.  Não vai ser mole consertar tudo o que eles desarrumaram.

 

You may also like

2 comments

  • Markut 8 setembro, 2014   Reply →

    Afora, os 4 meses que faltam para troca de cadeiras (ou,não ?), são os poucos dias que restam para o 1º turno de uma eleição que deveria ser o marco histórico do fim dos descaminhos da procura da perpetuação do poder, para dar lugar a uma esperançosa alternância, que permita afastar o perigo da continuidade almejada pelo lulo petismo, é que deve nos preocupar.
    Felizmente, o tsunami de malfeitos continua alimentado, dia sim e outro tambem, por novas e de uma longa cadeia de escândalos, até o momento não desmentidos, apenas empurrados com a barriga, para minimizar os seus efeitos arrasadores. Estamos em pleno regime de eufemismos, que, procuram tapar o sol com peneira, para algo chamado , em bom português, “escancarado saque aos cofres da nação”.

  • Ismar Dias Ferreira 9 setembro, 2014   Reply →

    Prezado Goldman,
    Para avaliar a extensão e a profundidade do GOLPE contra as Instituições e contra o Estado Democrático de Direito arquitetado e perpetrado pelo PT no Governo nestes últimos 12 anos, talvez o País precise, no futuro, instalar uma Comissão da Verdade, com poderes amplos e com gente séria, honesta e isenta!

Leave a comment