Como nunca antes nesse país

 

Como nunca antes nesse país, chegamos ao fundo do poço?

No último mês de julho a geração de empregos registrou recorde negativo para o mês, a menor geração nos últimos 15 anos.  Foram criadas apenas 11,8 mil novas vagas no mês, 71% a menos que em julho de 2013.   Como nunca antes nesse país.

Também de janeiro a julho deste ano foram criados 632 mil empregos, 275 mil a menos que no mesmo período de 2013, pior resultado desde 2009, auge da crise global.

Junho já tinha sido ruim e julho foi pior ainda: de um mês para o outro, a geração de empregos foi 53% menor, o que reforça a constatação de que o país parou – ou melhor, foi parado, por esse governo inepto.

A indústria da transformação então é um desastre.  Demitiu 15,4 mil no mês. Desde abril, já são 74 mil empregos destruídos no setor, segundo o Valor Econômico. Os serviços se mantiveram no terreno positivo, mas num ritmo equivalente a apenas cerca de ¼ do que vinham gerando tradicionalmente no mês.  E no ano, até agora, o comércio já matou 50 mil postos de trabalho.

Mas o pior ainda é que em julho a população ocupada caiu em comparação com o mesmo mês de 2013.  É a primeira vez que isso acontece, desde 2003.  Será o fundo do poço, ou ainda não é?  Não perguntem à Dilma, porque ela está à beira de um ataque de nervos.

A novela das ferrovias

Continua como tudo no país. O setor está parado.  A última tentativa do governo federal foi encontrar alguém para operar trens no trecho de 855 km da Ferrovia Norte-Sul,  entre Anápolis e Palmas, Goiás e Tocantins, recém inaugurado mas sem uso porque a Dilma e o Lula só pensaram em construí-lo, não operá-lo.  Só uma empresa se candidatou, e ainda sob condições, ou seja, não houve proposta pois estava condicionada.   É o fim da picada.  O próprio diretor da Valec, responsável pela estrada, achou que o processo era atabalhoado. Ele diz que é o preço por querer acelerar as coisas, imaginem….  Presidente Dilma, tenha a paciência!

Eu ouvi

Ouvi no horário eleitoral sobre o Padilha, candidato do PT a Governador, que ele foi alfabetizado aos 4 anos de idade.  Fiquei impactado.  Tão jovem e já tão culto.  Uma notícia importante para a decisão do eleitor!

Gente esperta

Graça Foster e Nestor Cerveró, atual presidente e ex diretor da Petrobrás, respectivamente, transferiram parte de seus bens para parentes, antes da decisão do TCU que tornou indisponíveis os dele e ameaça tornar indisponíveis os dela.   Isso é semelhante à chamada fraude ao credor quando o devedor se desfaz de seus bens para não tê-los penhorados quando é condenado a pagar.  Mas já foram desmascarados.  Pensam que são espertos.

Esse Skaf

Vi a sua propagando eleitoral na TV.  O homem é bom de tudo, segundo ele próprio.  É um imenso conjunto de autoelogios, com uma arrogância que mostra a verdadeira personalidade.   Ele vai fazer tudo o que os outros não fizeram, não porque ele tenha projetos  concretos, mas porque ele é “o bom”.  Com um passe de mágica vai dobrar as linhas de metrô e vai trazer água potável à vontade para todos.  Um aventureiro.

Paulo Roberto Costa começa a falar

O ex diretor da Petrobrás, ora preso, começa a falar e, segundo os jornais, fez acordo de delação premiada e atribui a Nestor Cerverá, ex diretor da área internacional da companhia, a responsabilidade pela compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.   O mais interessante no depoimento à Comissão Interna de Apuração da Petrobrás é que ele diz que as tais cláusulas do contrato de compra da refinaria – a put option ( de saída ) e a marlim ( de rentabilidade ) não foram submentidas a conhecimento, nem da Diretoria Executiva da empresa, nem ao seu Conselho de Administração.  Uma das cláusulas protege o vendedor, pois caso haja desentendimento, os novos proprietários são obrigados a comprar as partes remanescentes.  A outra garante ao sócio que vendeu uma parte de sua propriedade, tenha um dividendo mínimo sobre o que sobrou, ainda que a empresa tenha prejuízo.   Foram essas cláusulas que levaram ao prejuízo que a Petrobrás teve, origem do escândalo que abala a República.

Mas se é pra valer o acordo de delação premiada, vem muita m…. por aí.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

You may also like

2 comments

  • tunico 23 agosto, 2014   Reply →

    Padilha alfabetizado aos 4 anos? Gênio? Não! Um grande mentiroso. Eu fui alfabetizado aos 6 anos e meio e já me achavam gênio. Mas é porque minha mãe é professora e cuidou disso.

    Graça Foster e Cerveró foram orientados pela advocacia geral da União a fazerem isto. Por cautela pois seus bens seriam sujeitos a bloqueio. Todo sem-vergonha que ocupa um cargo de poder faz isto. Matheus, primeiro os meus….

    Skaf…Aff… Sujeitinho esquisito. Dr. Goldman, desculpe a franqueza. Disse que Alckmin não tem tesão de governar. E ele? Será que não broxa quando vê que está com 11% nas pesquisas? Será que ele é o Superman? Vai resolver todos os problemas de SP em 4 anos? Que sujeito mais mentiroso. Deve ter aprendido com o PT.

    Paulo Roberto Costa – se tiver coragem, vai derrubar muita gente. Se não apagarem ele antes.

  • Markut 23 agosto, 2014   Reply →

    Que mundo cinza e chato esse em que os desmandos do aventureirismo lulo petista escancaram o pior da natureza humana , com o pior desabando do topo da pirâmide social.
    O Brasil precisa ser repensado urgentemente.
    Se não, iremos para o fundo do poço , junto com Argentina, Venezuela, Bolíivia, et caterva.

Leave a comment